UOL Notícias Notícias
 
23/10/2010 - 10h40

Eleitores vão às urnas em meio a tensões sectárias no Bahrein

Frederik Richter

MANAMA (Reuters) - Os barenitas foram às urnas no sábado para eleger um novo Parlamento, em meio ao aumento das tensões sectárias no pequeno reino do Golfo Pérsico, onde as políticas são estritamente controladas pelo governo.

O Bahrein, sede da Quinta Frota dos Estados Unidos, tem maioria xiita, mas é governado pela dinastia sunita al-Khalifa, aliada da Arábia Saudita e que os EUA veem como uma defesa contra a influência regional do Irã, que é xiita.

As eleições do sábado foram a terceira desde a criação do atual Parlamento, que tem poderes limitados pelo fato de que os projetos de lei precisam passar por uma câmara maior, cujos membros são apontados pelo rei.

O Bahrein, que tem 1,3 milhão de habitantes e, diferentemente de seus vizinhos, não possui reservas de petróleo e gás natural, depende do investimento estrangeiro e tenta se apresentar como uma nação com um ambiente amigável aos negócios.

Muitos xiitas barenitas dizem que enfrentam discriminação quanto às questões de moradia e empregos, uma acusação que o governo rechaça.

A corrida eleitoral foi ofuscada por uma grande operação de segurança contra grupos oposicionistas xiitas, em agosto, que também atingiu blogueiros e ativistas dos direitos humanos. Na próxima semana, 23 homens acusados de tentar derrubar o sistema político vão ao tribunal na primeira audiência do julgamento.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h19

    -0,05
    3,723
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h22

    -0,34
    93.737,82
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host