UOL Notícias Notícias
 

Mineiros no Chile

33 trabalhadores ficaram presos a 700 metros de profundidade por mais de dois meses, depois que o túnel de acesso à mina desmoronou.

  • Imagem: Efe
25/10/2010 - 16h00

Mineiros se reencontram com cápsula salvadora no Chile

SANTIAGO (Reuters) - Os 33 mineiros que ficaram soterrados por mais de dois meses numa mina no Chile se reencontraram na segunda-feira com a cápsula que os resgatou, numa homenagem oficial em que foram saudados como celebridades.

Vestidos em traje social, incluindo um com traje típico de camponês, os homens chamados de "heróis" no país tiveram uma audiência privada com o presidente Sebastián Piñera e os ministros envolvidos no resgate, para depois participar de um ato de gala em que se comemorou uma das maiores façanhas de sobrevivência no mundo.

"Estamos totalmente agradecidos", disse Luis Urzúa, que era o chefe de turno dos trabalhadores dentro da mina, na homenagem em que foi lançada uma música composta para os operários.

Os mineiros saudaram e deram autógrafos para as milhares de pessoas que se aglomeraram em frente ao palácio do governo, após o ato onde receberam uma medalha e uma réplica em miniatura da cápsula Fénix.

"Os 33" se aproximaram do dispositivo original de salvamento, que parece um foguete espacial e está exposto em uma praça na frente da sede do governo.

A operação de resgate em meados de outubro foi seguida por uma grande audiência global e ocupou espaços na mídia em todo o mundo. A partir daí, os operários tem recebido tratamento de celebridades, com a perseguição dos veículos de comunicação e viagens para cumprir compromissos internacionais.

(Por Fabián Andrés Cambero)

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,02
    4,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h19

    0,46
    111.125,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host