Topo

Centenas de turcos protestam contra ataque na fronteira com Síria

Casal corre para fugir de gás usado pela polícia contra protesto em Istambul -
Casal corre para fugir de gás usado pela polícia contra protesto em Istambul

Murad Sezer

Em Istambul

20/07/2015 17h56

A polícia de Istambul disparou gás lacrimogêneo e jatos de água quando uma manifestação para culpar o governo por um suposto atentado suicida do Estado Islâmico se tornou violenta, disse uma testemunha da Reuters.

Centenas se reuniram perto da central Praça Taksim, em Istambul, após o bombardeio na cidade fronteiriça principalmente curda de Suruc que matou pelo menos 30 pessoas.

Alguns gritaram palavras de ordem contra o presidente turco, Tayyip Erdogan, e o governista Partido AK, incluindo: "Assassino Estado Islâmico, colaborador Erdogan e AK."

Os curdos da Turquia estão enfurecidos com o que veem como o fracasso de Ancara de fazer mais para conter o Estado Islâmico.

O grupo militante curdo PKK disse anteriormente que considerava o governo culpado pelo ataque desta segunda-feira, dizendo que Ancara tinha "apoiado e cultivado" o Estado Islâmico contra os curdos na Síria.

O protesto em Istambul foi em grande parte pacífico, mas alguns manifestantes atiraram garrafas contra a polícia, disse a testemunha.

Mais Notícias