Arábia Saudita reabre embaixada em Bagdá, diz TV Arabiya

BAGDÁ (Reuters) - A Arábia Saudita reabriu sua embaixada em Bagdá após 25 anos fechada, o que permitirá ao país cooperar mais de perto com o Iraque na luta contra o terrorismo, disse a emissora de TV al-Arabiya nesta sexta-feira.

O reino havia fechado a embaixada na capital iraquiana em 1990, após a invasão do Iraque ao Kuweit.

A reabertura permitirá aos dois países cooperar em questões de segurança e na luta contra o extremismo, disse o novo embaixador saudita no Iraque, Thamer al-Sabhan, à al-Arabiya.

Uma reaproximação entre a Arábia Saudita, governada por sunitas, e o Iraque, comandado por xiitas, pode ajudar a fortalecer a aliança regional que enfrenta os militantes do Estado Islâmico, que capturou territórios no Iraque e na Síria.

A Arábia Saudita acusa, há bastante tempo, o Iraque de ser muito próximo ao Irã, de maioria xiita e principal rival regional dos sauditas, e de incentivar a discriminação sectária contra os sunitas. Bagdá nega a acusação.

(Reportagem de Maher Chmaytelli)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos