China prende 11 pessoas por negligência em deslizamento que matou pelo menos 12

PEQUIM (Reuters) - Autoridades chinesas prenderam formalmente 11 pessoas pelo papel em um deslizamento de terra no mês passado, na cidade de Shenzhen, acusando-os de negligência, segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

O governo disse que a falha em observar regras de construção causou o desastre de 20 de dezembro, quando uma barragem transbordou e soterrou 33 prédios.

Pelo menos 12 pessoas morreram e 62 estão desaparecidas, afirmou a Xinhua nesta quinta-feira.

Entre as 11 pessoas que foram presas estão representantes do Shenzhen Yixianglong Investment Development, que era dona da barragem, além de autoridades que deveriam supervisionar o local, informou a agência.

Eles foram acusados de crime de negligência por causar o acidente, e o promotor pediu que a polícia encontre os outros suspeitos o mais rápido possível.

A Shenzhen Yixianglong não estava disponível para comentar.

O desastre é o mais recente de uma série de incidentes que levantaram dúvidas sobre a segurança industrial chinesa e a falta da supervisão durante anos de grande crescimento econômico.

(Reportagem de Ben Blanchard)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos