Turco Erdogan cita a Alemanha de Hitler como exemplo de sistema presidencial

ISTAMBUL (Reuters) - O presidente turco, Tayyip Erdogan, citou a Alemanha de Hitler como um exemplo de sistema presidencial efetivo, em comentários transmitidos pela mídia turca nesta sexta-feira.

Erdogan quer reformar a Constituição turca para transformar o papel cerimonial do presidente em um cargo executivo, similar ao que ocorre nos Estados Unidos, França, Rússia e Brasil.

Questionado durante o retorno de uma visita à Arábia Saudita, na noite de quinta-feira, se um sistema presidencial era possível, mantendo a estrutura unitária do Estado, ele afirmou: "Já existem exemplos no mundo. Você pode ver isso quando olha para a Alemanha de Hitler".

"Há vários exemplos posteriores em outros países", disse Erdogan a jornalistas, de acordo com uma gravação transmitida pela agência de notícias Dogan.

Uma autoridade do governo turco disse à Reuters que os comentários foram retirados de contexto.

"Há bons e maus exemplos de sistemas presidenciais, e o importante é colocar freios e contrapesos no lugar", disse a autoridade. "A Alemanha nazista, sem arranjos institucionais adequados, foi, obviamente, um dos exemplos mais vergonhosos da história".

(Por Asli Kandemir)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos