Guiné é autorizada a receber jogos de futebol após ser declarada livre do Ebola

CAIRO (Reuters) - Guiné foi autorizada a receber jogos internacionais de futebol após ser declarada livre da transmissão do vírus Ebola, informou a Confederação Africana de Futebol (CAF) nesta segunda-feira.

A seleção 50ª colocada no ranking da Fifa foi proibida de receber partidas em casa em agosto de 2014, e desde então vinha jogando suas partidas como mandante em Casablanca, no Marrocos.

O país do oeste africano foi declarado livre da transmissão do Ebola, após mais de 2.500 pessoas terem morrido devido ao vírus. Agora, a Libéria é o único país que ainda conta os dias para se ver livre da epidemia.

"A CAF... confirma a retirada da proibição à organização de jogos continentais em Guiné, e de todas as competições organizadas pela CAF", disse o secretário-geral da confederação, Hicham El Amrani.

O próximo jogo de Guiné em casa será contra o Malaui pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações, em 23 de março.

(Por Brian Homewood, em Zurich)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos