Ação em base aérea tem 6 militantes mortos, diz ministro da Defesa da Índia

Por Rupam Jain Nair e Krista Mahr

NOVA DÉLHI (Reuters) - Forças de segurança da Índia mataram seis militantes que realizaram um ataque em uma base área militar no norte do país e mataram sete funcionários da segurança e feriram 22, disse nesta terça-feira o ministro da Defesa indiano, Manohar Parrikar.

Falando na base área, Parrikar se negou a dizer de forma definitiva que não há mais militantes até que a operação de quatro dias de duração na base seja concluída. Ele disse que os esforços podem terminar até quarta-feira.

Ao mesmo tempo em que elogiou as forças de segurança por eliminarem os agressores, Parrikar também chamou atenção para "alguns buracos" na segurança que permitiram que os agressores chegassem à base na região de Punjab.

Descobriu-se que os militantes roubaram um carro de um policial, mas que seu telefonema para um colega, após ser deixado na estrada, não foi levado a sério. A Agência Nacional de Investigação, órgão central feito para análise de ataques deste tipo, está investigando a situação.

O ataque bem planejado a um alvo estratégico militar a 25 quilômetros da fronteira com o Paquistão coloca pressão sobre a tentativa dos premiês Narendra Modi e Nawaz Sharif de melhorarem relações entre os países vizinhos.

De acordo com comunicado emitido pelo governo indiano, Modi pediu por "ação firme e imediata contra os responsáveis pelo ataque à base aérea".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos