Irã diz que Arábia Saudita não pode esconder "crime" com corte de laços

DUBAI (Reuters) - O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse nesta terça-feira que a Arábia Saudita não pode esconder "seu crime" de executar o clérigo muçulmano xiita Nimr al-Nimr ao cortar os laços diplomáticos com Teerã.

"A Arábia Saudita não pode esconder seu crime de decapitar um líder religioso ao cortar as relações políticas com o Irã", disse Rouhani, segundo a agência estatal de notícias Irna, em um encontro com o chanceler dinamarquês em Teerã.

(Reportagem de Bozorgmehr Sharafedin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos