China manterá proibição a vendas de ações até novas regras, diz Shanghai Securities News

XANGAI (Reuters) - A China vai manter em vigor sua proibição às vendas de ações pelos principais acionistas de empresas listadas até que o governo publique novas regras sobre o assunto, informou nesta quarta-feira o Shanghai Securities News.

O mercado acionário da China caiu 7 por cento na segunda-feira, em parte por temores de que uma proibição de seis meses às vendas de ações pelos principais acionistas de empresas listadas, adotada durante o pico da queda do mercado no ano passado, vá acabar em 8 de janeiro, liberando estimados 1,24 trilhão de iuanes (190,23 bilhões de dólares) em ações.

O regulador acionário da China disse na terça-feira que está estudando novas regras para restringir as vendas de ações pelos principais acionistas de empresas listadas para garantir uma saída ordenada.

(Reportagem de Samuel Shen e Pete Sweeney)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos