China permite que passageiros do continente façam escala em Taiwan

(Reuters) - A China informou nesta terça-feira que vai permitir que seus cidadãos viajando a partir de cidades chinesas façam paradas de trânsito em Taiwan, consentindo pela primeira vez que pessoas no continente façam conexões e escalas na ilha.

A mudança é mais um passo para a normalização dos trâmites de viagem entre os dois lados, que nos últimos anos têm se beneficiado de ligações comerciais cada vez mais próximas, e ocorre em seguida ao lançamento, na semana passada, da primeira conexão telefônica direta entre o continente e a ilha.

A medida ocorre também poucos dias antes de Taiwan realizar uma eleição que deve colocar no poder um partido político no qual Pequim não tem confiança.

O presidente chinês, Xi Jinping, e o presidente taiwanês, Ma Ying-jeou, se reuniram em um encontro histórico em Cingapura, em novembro, o primeiro do tipo em 66 anos.

China e Taiwan possuem governos separados desde que forças nacionalistas chinesas foram derrotadas na ilha em 1949, após perderam a guerra civil contra os comunistas.

Pequim nunca renunciou usar a força para recuperar o controle da ilha de 23 milhões de habitantes, que classifica como uma província rebelde, especialmente se o taiwaneses tomarem medidas pela independência formal.

Até agora, os cidadãos do continente tinham permissão para viajar para Taiwan, mas não tinham autorização para seguir de lá para outros destinos. Companhias aéreas de ambos os lados operam voos entre o continente e a ilha.

(Reportagem de J.R. Wu e Faith Hung)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos