Aliança liderada pela Arábia Saudita e Iêmen nega ataque à embaixada iraniana em Sanaa

Yara Bayoumy

Em Dubai

A aliança liderada pela Arábia Saudita e o ministro das Relações Exteriores do Iêmen negou a acusação iraniana de que aviões de guerra sauditas atingiram a embaixada do país em Sanaa, capital iemenita.

O Irã informou na quinta-feira (7) que aviões de guerra atacaram sua embaixada na capital do Iêmen na noite de quarta-feira, uma acusação que aumentou as tensões entre as principais potências xiitas e sunitas na região.

"O comando da coalizão confirmou que estas acusações [iranianas] são falsas e vãs, ressaltando que não realizou qualquer operação na embaixada ou nas proximidades", de acordo com nota divulgada pela agência de notícias estatal saudita SPA na quinta-feira.

Também foi pedido que missões diplomáticas em Sanaa não ofereçam qualquer oportunidade para que milícias "usem prédios de missões diplomáticas em qualquer ação militar".

Moradores e testemunhas em Sanaa disseram à Reuters que não houve danos à embaixada iraniana.

O ministro das Relações Exteriores do Iêmen também negou que o prédio da embaixada tenha sido alvo de ataques, de acordo com a agência de notícias governamental e aliada à Arábia Saudita sabanew.net.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos