China elevará importações de soja em 2% em 2015/16

SÃO PAULO (Reuters) - A China, o maior comprador de soja do mundo, vai importar cerca de 2 milhões de toneladas a mais na temporada 2015/16, atingindo 80 milhões de toneladas no ano comercial, afirmou um órgão de análise do governo chinês nesta sexta-feira.

O aumento nas importações ocorre devido a uma demanda para processamento maior do que o esperado, com base no mercado do farelo de soja, em meio a uma recuperação no setor de suínos do país.

As importações de soja na campanha anterior (outubro/setembro) atingiram 78,36 milhões de toneladas, segundo Centro Nacional de Informação de Grãos e Óleos.

A projeção de crescimento de 2,1 por cento na comparação com o ano anterior, no entanto, é a mais baixa desde 2011/12, com a economia do país em desaceleração.

O farelo de soja mais barato deve ser utilizado para substituir o farelo de colza e o caroço de algodão, em meio à escassez doméstica por causa da esperada redução da produção das duas culturas, disse o órgão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos