Chefe de governo interino da Catalunha diz que renunciará como líder pró-independência

MADRI (Reuters) - O chefe de governo interino da Catalunha, Artur Mas, disse neste sábado que renunciará como líder pró-independência da região espanhola a fim de evitar novas eleições regionais.

"Estou dando um passo para o lado. Não vou me oferecer como candidato para (a coalizão pró-independência) Junts pel Si (Juntos pelo Sim) para minha reeleição como presidente da Catalunha”, disse Mas em entrevista coletiva em Barcelona.

Mas, que está no poder desde 2010, disse que apoia o prefeito da região catalã de Girona, Carles Puigdemont, como seu candidato para substituí-lo.

A Catalunha tem sido incapaz de formar um governo desde as eleições de setembro devido a divergências entre os partidos pró-independência que, juntos, obtiveram maioria. Se um novo candidato não for escolhido até 11 de janeiro, novas eleições regionais serão automaticamente convocadas.

(Por Angus Berwick)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos