Coreia do Norte diz que propaganda do Sul deixa situação "à beira da guerra"

SEUL (Reuters) - Emissões transmitidas por alto-falantes pela Coreia do Sul mirando a Coreia do Norte trazem os rivais "à beira da guerra", disse um importante oficial norte-coreano, na primeira reação do país à barragem sonora ao longo de sua fronteira.

O quarto teste nuclear da Coreia do Norte, na quarta-feira, irritou tanto os Estados Unidos quanto a China, que não foi avisada com antecedência. No entanto, o governo dos EUA e especialistas em armas duvidam das alegações da Coreia do Norte de que o dispositivo que explodiu era uma bomba de hidrogênio.

Em retaliação ao teste, a Coreia do Sul ativou na sexta-feira uma ensurdecedora barragem de propaganda. A última vez que a Coreia do Sul utilizou os alto-falantes, em agosto de 2015, desencadeou troca de balas.

"Com inveja do teste bem-sucedido de nossa primeira bomba de hidrogênio, os EUA e seus seguidores estão levando a situação à beira da guerra ao dizer que retomaram transmissões psicológicas e acionaram bombardeiros estratégicos", disse o chefe do departamento de propaganda do Partido dos Trabalhadores, Kim Ki Nam.

(Reportagemd e James Pearson e Ju-min Park)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos