Polícia alemã dispara canhão de água contra manifestantes de extrema-direita em Colônia

COLÔNIA (Reuters) - A polícia de choque alemã disparou jatos de água para dispersar um protesto do movimento anti-islã Pegida em Colônia, após manifestantes atirarem fogos de artifício e garrafas de cerveja nos oficiais, segundo uma testemunha da Reuters.

Duas pessoas ficaram feridas no confronto. A tropa de choque fez uma série de detenções.

A polícia pediu aos manifestantes, alguns dos quais gritavam "Merkel deve sair", para que retornassem a uma praça próxima à estação ferroviária da cidade, de onde tinham combinado uma passeata por Colônia.

Quando os manifestantes continuaram a usar fogos de artifício e garrafas, a polícia usou dois canhões de jatos de água para dispersar o grupo.

(Por Joseph Nasr)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos