Obama será otimista em discurso na 3a-feira para marcar contraste com republicanos

Por Roberta Rampton

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai pintar um quadro otimista em seu discurso do Estado da União, que será exibido na TV terça-feira, num contraste com os republicanos que buscam substituí-lo na eleição presidencial de novembro de 2016, afirmou seu principal assessor neste domingo.

O chefe de gabinete da Casa Branca, Denis McDonough, disse que o discurso será menos de um rol de projetos legislativos e mais uma espécie de grande retrato do futuro do país.

"Vocês vão ouvir do presidente uma grande, otimista e generosa visão do futuro da América na terça-feira", disse McDonough em uma entrevista no programa da NBC "Meet the Press", uma das várias que deu neste domingo.

O presidente dará foco à reviravolta na economia durante seu mandato e tentará evitar ser tachado como incapaz de avançar nas prioridades conforme o Congresso se prepara para seu sucessor, que assumirá o cargo em janeiro de 2017.

O presidente, falando no Capitólio, se dirigirá a membros do Legislativo e outros altos funcionários do governo, incluindo juízes da Suprema Corte.

A perspectiva de Obama é "diferente daquela de tristeza e melancolia que ouvimos dos candidatos republicanos lá fora todos os dias", disse McDonough no programa da ABC News "This Week".

O discurso do Estado da União, que é exigido pela Constituição dos Estados Unidos, será feito mais cedo do que o habitual, em parte para que não seja ofuscado pelas eleições primárias, que começam no dia 1o de fevereiro, em Iowa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos