BC da China determina taxa referencial do iuan mais alta pela 2ª vez

XANGAI (Reuters) - O banco central da China determinou a taxa referencial mais alta pela segunda vez seguida nesta segunda-feira, quando o regulador cambial aliviou temores sobre a depreciação da moeda chinesa.

Antes da abertura do mercado, o BC da China determinou a taxa referencial mais alta pela segunda vez seguida, a 6,5626 por cento, contra taxa anterior de 6,5636 por dólar.

A decisão foi uma aparente reversão da recente tendência de enfraquecimento da taxa referencial, que incluiu a maior queda diária em cinco meses em 7 de janeiro.

O regulador cambial da China pediu aos investidores do país para não se alarmarem com instituições internacionais "colocando para baixo" o iuan, dizendo que a moeda continua relativamente estável, noticiou nesta segunda-feira o Economic Daily.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos