Migrantes em Calais na França terão abrigo feito de contêiners

Por Matthias Blamont

CALAIS, França (Reuters) - A França abriu nesta segunda-feira um abrigo para migrantes feito com contêiners de navios em Calais, na costa banhada pelo Canal da Mancha no norte do país, para tentar colocar alguma ordem no chamado campo “selva” nas dunas de areia perto do porto.

A precária e insalubre “selva” abriga 4 mil migrantes de países pobres, fora da União Europeia e afetados por guerra, com a maioria das pessoas na esperança de atravessar o canal para o Reino Unido, onde a maior quantidade de oportunidades de emprego e o mais familiar idioma inglês são grandes atrativos.

Barracas e tendas no nordeste do campo têm sido retiradas para abrir espaço para o abrigo, planejado para acomodar 1.500 pessoas em 125 containers de navio pintados de branco. As caixas de metal contam com beliches, aquecedores e janelas, mas não têm água e instalações sanitárias.

Banheiros e chuveiros para os que ficarem abrigados lá serão acessíveis numa instalação já existente reservada no momento para mulheres e crianças.

Autoridades francesas afirmam que os contêiners são uma boa solução porque dunas não têm como receber fundações tradicionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos