Rússia vai enviar novas divisões ao flanco ocidental e formar regimentos nucleares

MOSCOU (Reuters) - A Rússia vai criar três novas divisões militares em seu flanco ocidental em 2016 e colocar em serviço cinco novos regimentos de mísseis nucleares estratégicos, disse o ministro da Defesa do país, Sergei Shoigu, segundo agências de notícias nesta terça-feira.

O anúncio de Shoigu é consistente com uma reforma multibilionária das Forças Armadas da Rússia, que atualmente realizam ataques aéreos na Síria depois de ajudarem a anexar a região ucraniana da Crimeia em 2014.

Shoigu não explicou o motivo para a formação das novas divisões, mas disse que seria uma das tarefas mais importantes para o Ministério da Defesa neste ano. Ele disse ainda que cada distrito militar também deve esperar se submeter a controles em 2016.

"Nosso esforço principal deve se dirigir para o reforço do potencial de nossas forças nucleares estratégicas e para cumprir o programa de defesa espacial", disse Shoigu em reunião, segundo a agência RIA Novosti.

"Cinco regimentos de mísseis, equipados com mísseis modernos complexos, entrarão em serviço ativo em 2016".

(Reportagem de Maria Kiselyova e Polina Devitt)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos