Casa Branca avalia plano do Pentágono para fechar prisão de Guantánamo

Por Jeff Mason

WASHINGTON (Reuters) - A Casa Branca recebeu uma proposta atualizada do Pentágono para o fechamento da prisão para suspeitos estrangeiros de terrorismo de Guantánamo e está nos “estágios finais” de revisão da proposta antes de divulgá-la para o Congresso, disse uma autoridade do governo dos Estados Unidos nesta sexta-feira.

O governo tenta há anos cumprir a promessa que o presidente Barack Obama fez no início da sua presidência, em 2009, de fechar a prisão militar da Baía de Guantánamo, em Cuba, mas enfrenta uma oposição política dura.

O seu plano mais recente, que inclui uma recomendação para que prisioneiros que não podem ser processados ou transferidos para outros países sejam enviados para uma prisão nos Estados Unidos, está sendo adiado por vários meses.

Obama disse ao Pentágono para reduzir o custo do mais recente esboço, que agora está com a Casa Branca.

“A equipe de segurança nacional do presidente está nos estágios finais de revisão da proposta recentemente submetida pelo Pentágono”, disse uma importante autoridade do governo.

A Casa Branca não quis dizer quando o plano seria divulgado. Parlamentares, especialmente o senador republicano John McCain, do Arizona, têm pedido o plano há algum tempo.

(Reportagem adicional de Patricia Zengerle, Phil Stewart e Ayesha Rascoe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos