Obama perdoa três iranianos acusados de violar sanções

Por Yeganeh Torbati e Joel Schectman

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, perdoou três iranianos acusados de violação de sanções, enquanto as autoridades norte-americanas movem-se para retirar as acusações ou comutar as penas de prisão de cinco outros homens, de acordo com registros do tribunal e pessoas familiarizadas com o assunto.

A Casa Branca não respondeu imediatamente a um pedido para comentar o assunto.

O movimento surge em um contexto em que o Irã libertou quatro norte-americanos e em que as grandes potências preparam-se para implementar um acordo nuclear que pode suspender as sanções econômicas contra o Irã, como troca por medidas para frear seu programa nuclear.

Os três homens perdoados foram acusados, em 2015, de transportar produtos eletrônicos para o Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos