Suspeitos de bombardeio em Istambul recebem acusações preliminares em tribunal

ISTAMBUL (Reuters) - Um tribunal turco ouviu neste domingo acusações preliminares contra 16 cidadãos sírios detidos em conexão com um ataque a bomba suicida que matou 10 turistas alemães na maior cidade da Turquia na semana passada, informou a mídia.

    Um promotor pediu ao tribunal a prisão preventiva dos suspeitos, que são acusados ​​de pertencer ao Estado Islâmico, custódia que depende de acusação formal e um julgamento, relatou o jornal Vatan.

    Um sírio de origem saudita andou até um grupo de turistas alemães em Sultanahmet, o coração histórico de Istambul, e se explodiu em 12 de janeiro. Quinze pessoas também ficaram feridas.

    Este foi o quarto ataque a bomba desde junho em que a Turquia culpa o Estado Islâmico, ativo na vizinha Síria e no Iraque.

    Não ficou claro quando os três homens russos que também foram detidos esta semana iriam comparecer em tribunal.

(Por Ayla Jean Yackley)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos