Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA irá emitir orientações sobre Zika para obstetras

(Reuters) - O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos está elaborando orientações para obstetras cuidarem de mulheres grávidas que possam ter sido expostas ao vírus Zika, que pode causar danos cerebrais ao feto em desenvolvimento, confirmou um porta-voz do CDC nesta terça-feira.

A presidente da Sociedade de Medicina Materna-Fetal, doutora Laura Riley, disse à Reuters que está trabalhando com o CDC em orientações que, segundo ela, devem ser divulgadas ainda nesta terça-feira.

O porta-voz do CDC Tom Skinner disse que o CDC está trabalhando em orientações, mas não confirmou quando seriam divulgadas.

Riley disse que as orientações devem incluir a recomendação de que grávidas que tenham viajado para regiões infestadas pelo Zika façam ultrassonografia para detectar evidências de microcefalia, problema de má formação do cérebro que tem sido associado ao vírus Zika.

(Reportagem de Julie Steenhuysen)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos