Estado Islâmico liberta 270 das 400 pessoas que havia sequestrado na Síria

BEIRUTE (Reuters) - O Estado Islâmico libertou de suas prisões 270 pessoas dos 400 civis, a maioria mulheres e crianças, que havia sequestrado quando seus combatentes atacaram no sábado áreas controladas pelo governo na cidade de Deir al-Zor, no leste da Síria, informou um grupo que monitora a situação no país.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que o grupo extremista havia sequestrado outras 50 pessoas na terça-feira durante invasões de casas em regiões da cidade que ocupou depois de quatro dias de combates.

(Reportagem de Mariam Karouny)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos