Mais de 30 escolas recebem ameaças de bomba nos EUA

Barbara Goldberg, Laila Kearney e Scott Malone

 Ameaças de bomba foram feitas contra mais de duas dezenas de escolas em Nova Jersey, nos Estados Unidos, nesta terça-feira (19), e também contra escolas em Massachusetts, Delaware e Iowa, forçando retiradas e isolamentos que afetaram milhares de estudantes.

Pelo menos 26 escolas em Nova Jersey receberam ameaças pelo telefone a partir das 8h50 (hora local), disse Michael Saudino, xerife do condado de Bergen, acrescentando que todas as escolas haviam posteriormente sido liberadas.

"Quando pegarmos as pessoas fazendo isso, vamos estabelecer um exemplo", disse Saudino.

As ameaças, feitas numa voz robótica, pareceram vir de números de telefone gerados por computador que puderam ser rastreados até uma localidade em Bakersfield, na Califórnia, afirmou Saudino.

Gurbir Grewal, promotor do condado, se disse confiante que isso ajudará a chegar até os culpados.

"Há impressões digitais eletrônicas, e nós vamos seguir cada uma das pistas", declarou.

Além das ameaças de bomba, pelo menos uma escola foi ameaçada com um ataque a tiros, segundo a polícia.

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos