PIB da China cresce 6,8% no 4º tri sobre ano anterior em linha com expectativas

PEQUIM (Reuters) - A economia da China cresceu 6,8 por cento no quarto trimestre sobe o ano anterior, atingindo as expectativas mas no ritmo mais lento desde a crise financeira global, o que coloca pressão sobre Pequim para adotar mais medidas de apoio no momento em que temores de uma desaceleração mais forte deixam investidores em pânico.

Analistas consultados pela Reuters esperavam que o Produto Interno Bruto (PIB) da segunda maior economia do mundo crescesse 6,8 por cento no quarto trimestre, desacelerando ante 6,9 por cento no terceiro trimestre.

O crescimento na comparação trimestral ficou em 1,6 por cento, ligeiramente abaixo das expectativas, informou nesta terça-feira a Agência Nacional de Estatísticas.

Economistas esperavam expansão de 1,7 por cento na comparação com o trimestre anterior, contra leitura revisada de 1,8 por cento no terceiro trimestre.

O crescimento em 2015 atingiu 6,9 por cento, em linha com a meta do governo de cerca de 7 por cento mas o ritmo mais lento de expansão em 25 anos. Economistas esperavam taxa de 6,9 por cento.

(Reportagem de Xiaoyi Shao e Kevin Yao)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos