Samarco anuncia afastamento de CEO e diretor de Operações

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho de Administração da Samarco Mineração aceitou nesta quarta-feira pedido de afastamento temporário do diretor-presidente da mineradora, Ricardo Vescovi, e do diretor de Operações, Kleber Terra, para que eles possam se dedicar a suas defesas em relação ao rompimento da barragem em Mariana (MG), informou a empresa em nota.

O diretor comercial, Roberto Carvalho, assumirá interinamente a presidência, enquanto o diretor de Projetos e Ecoeficiência, Maury Souza, assumirá a área de operações, informou a empresa em nota.

"Os executivos acreditam que o licenciamento temporário é importante para que possam se dedicar às suas defesas", disse a empresa.

Na semana passada, a Polícia Federal informou que a Samarco e alguns executivos da empresa foram acusados de crimes relacionados ao rompimento da barragem do Fundão, em Mariana (MG), que ocorreu em novembro e matou 17 pessoas, no pior desastre ambiental do Brasil.

A Samarco é controlada por Vale e BPH Billinton, por meio de uma joint venture.

A companhia destacou que o afastamento ocorre após concluídas as primeiras etapas de atendimento emergencial aos afetados pelo rompimento da barragem.

"A empresa reforça que todos os compromissos já assumidos e as ações em curso serão rigorosamente mantidos."

(Por Luciano Costa; Edição de Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos