Wall Street cai para mínimas de 2014 por queda do petróleo

Por Noel Randewich

(Reuters) - A recente baixa em Wall Street se aprofundou nesta quarta-feira, com o índice S&P 500 encerrando em sua mínima em mais de um ano, com os preços do petróleo nos Estados Unidos despencando para mínimas de 2003.

O S&P 500 fechou em baixa de 1,17 por cento, a 1.859 pontos, menor patamar desde outubro de 2014, após cair a 1.812 pontos durante a sessão. O índice Dow Jones teve queda de 1,56 por cento, a 15.766 pontos, enquanto o Nasdaq recuou 0,12 por cento, a 4.471 pontos, após ter operado brevemente em campo positivo.

A deterioração das ações se disseminou, atingindo nove dos dez principais setores do S&P 500.

O abatido setor de energia do S&P 500 caiu 2,93 por cento, liderando as perdas. As ações da Exxon caíram 4,21 por cento e as da Chevron recuaram 3,10 por cento.

O colapso nos preços do petróleo e os receios de desaceleração na China, a segunda maior economia do mundo e mercado importante para as empresas norte-americanas, levaram o S&P 500 a cair 9 por cento este ano.

"O medo é: 'amanhã vai trazer novas baixas?' As pessoas não estão nem pensando sobre hoje, elas estão pensando sobre amanhã", disse a analista da Fort Pitt Capital Group Kim Forrest.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos