BCE mantém juros em mínimas recordes, como esperado

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) deixou inalterada suas taxas de juros nesta quinta-feira, como esperado, mantendo-as em mínimas recordes enquanto imprime dinheiro para impulsionar a economia e acelerar a inflação.

A decisão de manter o custo do empréstimo era unanimemente esperada pelos 59 analistas consultados pela Reuters após o BCE cortar sua taxa de depósito mais fundo dentro do território negativo no mês passado, após as perspectivas da inflação enfraquecerem mais.

Na reunião desta quinta-feira, o BCE deixou sua taxa de depósito bancário, em -0,3 por cento. A principal taxa de refinanciamento, que determina o custo do crédito na economia, permaneceu em 0,05 por cento e a de empréstimo ficou em 0,30 por cento.

(Reportagem por Balazs Koranyi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos