CORREÇÃO-Kerry acredita que Estado Islâmico será "seriamente enfraquecido" em 2016

  • Por David Brunnstrom

(Corrige no primeiro parágrafo nome do país para Iraque, em vez de Irã)

Por David Brunnstrom

DAVOS, Suíça (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, disse nesta quinta-feira que acredita que as condições militares do Estado Islâmico no Iraque e Síria serão seriamente enfraquecidas até o final de 2016.

Ao ser perguntado durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça, se este ano seria o fim do Estado Islâmico, Kerry respondeu: "Acredito que até o final de 2016, nosso objetivo de seriamente enfraquecer o Estado Islâmico... será alcançado. Acho que estamos no caminho certo."

Kerry disse que o Estado Islâmico já perdeu de 20 a 30 por cento de seu território no Iraque e Síria juntos, e cerca de 40 por cento no Iraque.

O grupo jihadista perdeu controle da cidade iraquiana de Ramadi no mês passado, em uma vitória necessária para as forças iraquianas, apoiadas pelos Estados Unidos.

Mas críticos, incluindo alguns no Congresso dos EUA, dizem que a estratégia norte-americana ainda é fraca e carece de apoio militar suficiente de aliados árabes sunitas, enquanto o Estado Islâmico também já estabeleceu bases em outros países da região, como Líbia e Iêmen.

Kerry disse que a coalizão aumentou seu engajamento significativamente, destacando que chefes de Defesa dos Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e outros quatro países prometeram intensificar o confronto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos