Bélgica acusa suspeito de ataque em Paris

BRUXELAS (Reuters) - A Bélgica acusou um homem detido esta semana por crimes de terrorismo ligados aos atentados de Paris e libertou outro suspeito, que estava preso há três semanas, por falta de provas, disseram promotores federais nesta sexta-feira.

Um juiz determinou que J. Zakaria, nascido em 1986 e detido na quarta-feira, deverá ser mantido sob custódia por mais uma semana sob a acusação de assassinato terrorista e participação em atividades de um grupo terrorista.

Um segundo homem detido nesta semana, Mustafa E., foi liberado.

Um tribunal belga também ordenou nesta sexta-feira a libertação da prisão preventiva de um dos 10 presos suspeitos de envolvimento nos ataques de Paris, por insuficiência de provas contra ele.

Ayoub Bazarouj, 22 anos, foi detido depois de uma busca em sua casa no dia 30 de dezembro e acusado no dia seguinte por assassinato e participação em uma organização terrorista. O advogado de Bazarouj Yannick De Vlaemynck disse que ele for libertado sem nenhuma condição pendente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos