Entidade islâmica mundial declara apoio à Árabia Saudita em disputa com Irã

JIDÁ (Reuters) - A maior entidade muçulmana do mundo declarou apoio à Arábia Saudita na disputa diplomática de meses com o Irã por meio de um comunicado emitido na quinta-feira à noite, no qual acusou Teerã de apoiar o terrorismo e se intrometer em assuntos internos de outros países.

A Organização para Cooperação Islâmica (OCI), sediada na cidade saudita de Jidá, realizou uma reunião convocada por Riad para discutir a invasão da embaixada e do consulado sauditas por manifestantes iranianos em 2 de janeiro.

A crise começou quando a Arábia Saudita executou o clérigo xiita Nimr al-Nimr naquele mesmo dia, provocando revolta na comunidade xiita de toda a região e aprofundando a disputa política e sectária entre o reino sunita e a república islâmica.

Em seu comunicado ao final da reunião, a OIC condenou os ataques contra as missões sauditas e criticou os “comunicados inflamadores do Irã sobre a implementação de uma decisão judicial contra uma série de perpetradores de crimes terroristas na Arábia Saudita”.

Em resposta, Riad cortou os laços diplomáticos com Teerã. Outros países do Golfo Árabe tomaram diversas medidas para reduzir as relações com o Irã.

Analistas disseram que a disputa pode prejudicar as chances de negociações de paz para encerrar as guerras no Iêmen e na Síria, onde os dois arquirrivais apoiam lados opostos.

 (Reportagem de Noah Browning)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos