Ministros da União Europeia discutem na 2ª-feira opções sobre controles de fronteira

BRUXELAS (Reuters) - Ministros do Interior da União Europeia vão discutir na segunda-feira opções para estender temporariamente controles de fronteiras na área sob acordo de Schengen, que permite livre circulação, com o objetivo de deter o fluxo de imigrantes, disse nesta sexta-feira uma porta-voz da Comissão Europeia.

A Alemanha, principal destino para as pessoas que chegam à Europa na pior crise de imigração em décadas, está no meio de vários países europeus que reintroduziram controles de fronteiras temporários.

Entretanto, essas checagens temporárias na fronteira expiram em maio, o que significa que devem ser suspensas ou prorrogadas por até dois anos, isso se a Alemanha argumentar que "deficiências que persistem" nas fronteiras externas da zona de Schengen justificam essa ampliação do prazo.

"Nós ainda não lançamos esse mecanismo... (mas) essa possibilidade existe, está lá e a Comissão (Europeia) está preparada para usar se necessário", disse uma porta-voz sobre qualquer possibilidade de extensão por dois anos.

"Nós não estamos atualmente nessa situação, mas os ministros do Interior terão na segunda-feira, em Amsterdã, a oportunidade de discutir isso... e está na agenda que medidas devem ser tomadas ou serão necessárias uma vez que nos aproximamos do fim do período em maio", disse a porta-voz.

(Reportagem de Gabriela Baczynska)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos