Premiê francês diz que crise de refugiados ameaça ideia da União Europeia

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, afirmou nesta sexta-feira que a Europa não pode lidar com o número de refugiados que chega a suas fronteiras e que o fluxo está ameaçando a ideia da União Europeia.

"Nós não podemos dizer ou aceitar que todos esses refugiados... podem ser bem-vindos na Europa", disse Valls à BBC, acrescentando que a crise dos imigrantes ameaça desestabilizar a União Europeia e que se faz necessário um controle mais forte nas fronteiras.

Valls disse ainda que a Europa precisa enviar uma mensagem diferente do que a emitida pela chanceler alemã, Angela Merkel, que fez um apelo a seus parceiros europeus para que assumam cotas de refugiados.

"A Alemanha enfrenta um desafio maior. Nós precisamos ajudar a Alemanha. Mas a primeira mensagem que precisamos passar agora com a maior firmeza é que nós não vamos receber todos os refugiados na Europa", disse Valls.

"Porque uma mensagem que diz venha, você será bem-vindo, provoca grandes mudanças", acrescentou.

(Reportagem de Li-mei Hoang)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos