SAP eleva meta de receita com progresso de computação em nuvem

WALLDORF, Alemanha (Reuters) - A desenvolvedora alemã de software corporativo SAP elevou nesta sexta-feira sua previsão de receita em 2017, mas afirmou que as margens operacionais vão cair uma vez que mais empresas estão optando por aplicações hospedadas na Internet.

A nova previsão indica margem operacional ao redor de 29,5 por cento, bem abaixo do nível histórico de 35 por cento atingido pela SAP quando era focada principalmente em softwares embalados.

Analistas esperavam uma declínio menor da margem em 2017, para 30 por cento, ante 30,5 por cento em 2015.

O software baseado na Internet incorre em taxas menores de licenciamento e por isso são menos lucrativos no curto prazo, mas a SAP está contando que as assinaturas do serviço elevem receitas, o que eventualmente poderá produzir lucros maiores.

A companhia espera receita em 2017 entre 23 bilhões e 23,5 bilhões de euros ante média de expectativas de analistas de 23,01 bilhões, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos