Novo mural de Banksy em Londres denuncia condições do acampamento de Calais

LONDRES (Reuters) - Um mural do artista britânico Banksy que denuncia o suposto uso de gás lacrimogêneo contra imigrantes no acampamento de imigrantes em Calais, na França, apareceu em uma zona próxima ao prédio da embaixada francesa em Londres.

O mural imita o logo do musical "Les Miserábles", mas na versão de Banksy a personagem de Cosette é asfixiada por nuvens de gás. Um código de barras vincula o mural a imagens do YouTube em que supostamente são vistas batidas policiais no acampamento no início de janeiro.

O artista, que nunca teve a identidade confirmada, pintou no mês passado um grafite que mostrava o fundador da Apple, Steve Jobs, como um refugiado em um muro do acampamento de Calais, em uma referência às origens de Jobs, filho de um imigrante sírio nos Estados Unidos.

Para um link para a foto do mural, clique em http://banksy.co.uk/

(Por Paul Sandle)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos