Após alerta, autoridades dizem não haver sinal de tiros em centro da Marinha nos EUA

SAN DIEGO (Reuters) - Um atirador ativo e três disparos foram relatados no Centro Médico Naval dos Estados Unidos em San Diego nesta terça-feira, provocando uma reação forte dos agentes de segurança.

Mais tarde, autoridades disseram que não havia sinais de tiros e que não havia registros de mortos ou feridos.

"Não há evidência de tiros neste momento da qual temos conhecimento. Há somente um relato de três tiros ouvidos”, disse Amanda Chavez, uma porta-voz da Marinha.

A Marinha dos EUA havia dito num comunicado mais cedo, com base na versão inicial de uma testemunha, que três tiros foram ouvidos num edifício do centro médico durante a manhã.

A polícia estava falando com a pessoa que relatou os disparos, afirmou Chavez.

O edifício foi inicialmente esvaziado, disse o comunicado da Marinha, acrescentando que o centro médico havia sido isolado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos