Escolas de Paris são esvaziadas após falso alerta de bomba

PARIS (Reuters) - Alunos de cinco escolas de Paris voltaram às aulas nesta terça-feira depois de milhares deles terem sido retirados após ameaças de bomba anônimas feitas por telefone, informou a autoridade de educação da capital francesa.

A polícia interveio nas escolas Henri IV, Louis Le Grand, Fenelon, Condorcet, Montaigne e Charlemagne, todas instituições prestigiadas em regiões abastadas, depois que cinco delas receberam os alertas aproximadamente no meio da manhã, segundo a autoridade de educação parisiense.

Os estudantes ficaram confinados nos pátios e em locais seguros durante várias horas enquanto esquadrões antibomba e cães da polícia inspecionavam as instalações. Até agora não foram encontrados quaisquer artefatos.

"Provavelmente foi só um trote", afirmou um funcionário do liceu Louis Le Grand à Reuters.

Verificações ainda estavam sendo feitas em uma das escolas, mas até a metade da tarde as aulas já haviam sido retomadas em todas as outras academias, de acordo com a porta-voz do conselho educativo de Paris.

A França está em estado de alerta desde que militantes armados e suicidas com explosivos mataram 130 pessoas em Paris e nas imediações no dia 13 de novembro passado.

(Por Marine Pennetier e Michel Rose)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos