ONU convida partes em conflito na Síria para reunião em Genebra na sexta

  • Por Suleiman Al-Khalidi e Tom Perry

Por Suleiman Al-Khalidi e Tom Perry

AMÃ/BEIRUTE (Reuters) - A Organização das Nações Unidas (ONU) convidou o governo e a oposição da Síria para conversas de paz em Genebra na próxima sexta-feira, mas não ficou claro se os opositores do presidente sírio, Bashar al-Assad, que têm apoio da Arábia Saudita, irão superar suas objeções e comparecer.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, emitiu os convites para as tratativas adiadas nesta terça-feira, sem dizer quem foi convidado ou quantos grupos devem participar.

Mais cedo, a oposição lançou dúvidas sobre sua ida à cidade suíça, acusando os Estados Unidos de adotarem ideias iranianas e russas inaceitáveis para a resolução do conflito.

Asaad al-Zoubi, uma autoridade da oposição, declarou ao canal de notícias árabe Al-Hadath que está pessimista, embora a decisão final ainda esteja para ser tomada em uma reunião dos opositores em Riad ainda nesta terça-feira.

As conversas de Genebra devem durar meses, exigindo que os diplomatas lidem com delegações rivais em salas separadas.

O governo sírio, que está recuperando territórios dos rebeldes com ajuda de ataques aéreos da Rússia e forças terrestres do Irã, já confirmou presença.

Mas a oposição, composta pelo recém-formado Comitê de Altas Negociações (HNC, na sigla em inglês), vem dizendo reiteradamente que o governo e seus aliados precisam deter os bombardeios e suspender os bloqueios a áreas sitiadas para o novo organismo se unir às conversas.

Zoubi, que deve encabeçar a delegação opositora, disse à Reuters que, sem gestos de boa vontade, incluindo a libertação de detidos, "não haverá negociação". "Foi isto que o HNC determinou", afirmou.

(Reportagem adicional de Vladimir Soldatkin e Andrew Osborn em Moscou, Stephanie Nebehay em Genebra e Nick Tattersall na Turquia)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos