Área sob toque de recolher é ampliada no sudeste da Turquia; combates matam 23

DIYARBAKIR, Turquia (Reuters) - Forças de segurança mataram 20 militantes curdos no sudeste da Turquia, enquanto três soldados turcos morreram num ataque rebelde, afirmaram os militares nesta quarta-feira, ao mesmo tempo que autoridades ampliavam a área de um toque de recolher em Diyarbakir, maior cidade de uma região predominantemente curda.

Centenas de moradores, incluindo crianças e idosos, fugiram das áreas sob toque de recolher de Sur, distrito de Diyarbakir, em meio ao barulho de tiros e explosões e com helicópteros da polícia voando no local, disse uma testemunha da Reuters. Algumas pessoas choravam enquanto carregavam bens.

O sudeste da Turquia tem passado pela pior onda de violência em duas décadas desde que um cessar-fogo entre o Estado e os militantes do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão) entrou em colapso em julho, revivendo um conflito que já matou 40 mil pessoas desde 1984.

O Exército afirmou que 11 integrantes do PKK morreram na cidade de Cizre, perto da fronteira com a Síria, e nove outros em Sur, na terça-feira, aumentando o número de mortes de militantes nas duas cidades para cerca de 600 desde que as operações de segurança começaram no lugar no mês passado.

Os militares disseram que três soldados foram mortos num ataque militante em Sur, onde, segundo fontes da área de segurança, militantes abriram fogo com rifles e um lançador de foguetes.

(Por Seyhmus Cakan)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos