Ministro russo diz que sauditas propuseram corte de até 5% na produção de petróleo

SÃO PETERSBURGO (Reuters) - O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, disse nesta quinta-feira que a Arábia Saudita propôs cortes na produção de petróleo em até 5 por cento para cada país, com o objetivo de suportar os fracos preços da commodity.

Isso representaria uma redução de cerca de 500 mil barris por dia para a Rússia.

"De fato, esses parâmetros foram propostos, para cortar produção de cada país em até 5 por cento", afirmou Novak, quando perguntado se a Arábia Saudita havia proposto um corte de produção de 5 por cento.

"Isso é assunto para discussões, é muito cedo para falar sobre o assunto", acrescentou.

Novak também disse a jornalistas que há uma proposta para um encontro entre países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e países não-membros, no nível de ministros de Energia, e que a Rússia está pronta a participar do encontro.

"Há muitas questões sobre a supervisão dos cortes", acrescentou.

(Por Darya Korsunskaya)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos