Equador relata 22 casos de Zika vírus e suspeita de outros 67

QUITO (Reuters) - O Equador confirmou 22 casos de Zika vírus e suspeita de outros 67, informou o governo, destacando que iria intensificar campanhas de prevenção em áreas de alto risco.

Os casos foram detectados em seis províncias do país andino, incluindo nas Ilhas Galápagos.

Até o momento, não há relatos de mulheres grávidas com sintomas do vírus, que foi ligado a má-formação cerebral de milhares de bebês no Brasil.

"Estamos preparados", disse a ministra da Saúde, Margarita Guevara, a jornalistas na quinta-feira. "Assim que o vírus começou a circular, ativamos planos em áreas endêmicas".

O vírus está se espalhando "de forma explosiva" e pode afetar até 4 milhões de pessoas nas Américas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

(Reportagem de Alexandra Valencia)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos