Facebook diz que proibirá transações particulares de armas na rede social

WASHINGTON (Reuters) - O Facebook [FB.O] planeja anunciar na sexta-feira que começará a proibir os usuários de coordenar vendas privadas de armas de fogo na rede social online, disse uma porta-voz à Reuters.

Varejistas licenciados ainda poderão anunciar armas de fogo no Facebook, que levam a operações efetuadas fora da plataforma do Facebook, afirmou a porta-voz.

(Reportagem de Dustin Volz)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos