Inflação da zona do euro salta em janeiro, núcleo da inflação também sobe

BRUXELAS (Reuters) - A inflação da zona do euro saltou, como esperado, em janeiro, enquanto o núcleo da inflação, que exclui os custos de energia e alimentos não processados, subiu mais rápido do que previsto, mostrou a primeira estimativa da agência de estatísticas da União Europeia nesta sexta-feira.

A Eurostat informou que os preços ao consumidor nos 19 países que usam do euro subiram 0,4 por cento em janeiro na comparação com o ano anterior, em linha com as expectativas em uma pesquisa da Reuters junto a economistas, após alta de 0,2 por cento em dezembro.

Mas o núcleo da inflação, que o Banco Central Europeu (BCE) acompanha de perto para sua política monetária, subiu para 1 por cento de 0,9 por cento em dezembro, influenciado pelos serviços e bens industriais mais caros. A expectativa na pesquisa da Reuters era de aumento de 0,9 por cento.

(Reportagem por Jan Strupczewski)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos