Quase 1.400 civis foram mortos em ataques aéreos russos na Síria - monitor

AMÃ (Reuters) - Ataques aéreos russos na Síria mataram quase 1.400 civis desde que Moscou começou sua campanha aérea quase quatro meses atrás, disse neste sábado um grupo que monitora a guerra .

Com base na Grã-Bretanha, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que coleta informações de uma rede de fontes no local, disse que os ataque russos mataram também 965 combatentes do Estado Islâmico e 1.233 combatentes de outros diversos grupos insurgentes.

O principal grupo de oposição síria que vai à Genebra para negociações de paz neste sábado demandou uma interrupção dos bombardeios russo e sírio, que eles dizem alvejar principalmente civis em áreas tomadas por rebeldes, como pré-condição para se engajar em negociações com o governo sírio.

A Rússia começou uma grande campanha aérea em 30 de setembro para ajudar seu aliado, o presidente sírio Bashar al Assad. 

(Reportagem de Suleiman Al-Khalidi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos