Norte-americanos estão entre militantes suspeitos detidos na Arábia Saudita, diz jornal

RIAD (Reuters) - Nove norte-americanos estão entre os 33 suspeitos detidos por acusações de terrorismo na Arábia Saudita na semana passada, conforme reportagem do jornal saudita Gazette publicada neste domingo, citando uma fonte não identificada.

O jornal diário de língua inglesa informou que quatro norte-americanos foram detidos na segunda-feira e outros cinco nos dias seguintes, juntamente com 14 sauditas, três iemenitas, dois sírios, um indonésio, um filipino, um cidadão do Emirados Árabes Unidos, um palestino e um cidadão do Cazaquistão.

A embaixada norte-americana não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

A Arábia Saudita declarou em 2014 o Estado Islâmico uma organização terrorista e deteve centenas de seus partidários. O grupo, que controla o território do Iraque e da Síria, tem sido palco de uma série de ataques no reino.

Na sexta-feira um ataque a uma mesquita xiita no distrito de al-Ahsa, na província oriental Arábia Saudita, matou quatro pessoas e feriu 18, sendo o mais recente em uma série de ataques reivindicados por jihadistas sunitas, que deixaram mais de 50 mortos no ano passado.

(Reportagem de Angus McDowall)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos