Governo sírio aprova "em princípio" pedido da ONU para ajudar cidades sitiadas

BEIRUTE (Reuters) - A Organização das Nações Unidas (ONU) informou nesta segunda-feira que o governo sírio aprovou "em princípio" um pedido da ONU para entrega de ajuda para as cidades sírias sitiadas Madaya, al-Foua e Kefraya.

Negociações para conversas de paz destinadas a terminar com um conflito sírio que já dura cinco anos estão em andamento em Genebra. A oposição síria repetidamente destacou que não irá participar em discussões completas até que todos os cercos sejam retirados.

Madaya, próxima a fronteira como Líbano, possui população de cerca de 40 mil pessoas e foi sitiada por forças aliadas ao governo sírio por cerca de seis meses.

Kefraya e al-Foua, na Província de Idlib, no noroeste da Síria, acomodam cerca de 12.500 pessoas, de acordo com estimativas da ONU, e está cercada por insurgentes desde abril de 2015.

Existem cerca de 15 localizações sitiadas na Síria, onde 450 mil pessoas estão presas, informou a ONU.

"A ONU vai enviar uma lista detalhada de suprimentos e outros detalhes. E vai incluir e reiterar o pedido para suprimentos nutricionais e entrada de times de ajuda de nutrição e saúde", disse nesta segunda-feira o porta-voz do escritório da ONU para Coordenação de Questões Humanitárias Jenes Laerke.

(Reportagem de Lisa Barrington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos