Homem-bomba ataca do lado de fora de delegacia em Cabul

Por Mirwais Harooni

CABUL (Reuters) - Um homem-bomba do Taliban se explodiu depois de se juntar a uma fila para entrar numa delegacia de polícia em Cabul nesta segunda-feira, matando 20 pessoas e ferindo 29, no pior ataque do tipo neste ano.

A capital afegã foi atingida por uma série de atentados suicidas no mês passado, à medida que o Taliban intensifica a sua campanha contra o governo apoiado pelo Ocidente. A violência coincide com os esforços renovados para retomar o processo de paz, paralisado no ano passado, com o grupo islâmico insurgente.

O Ministério do Interior disse em comunicado que 20 pessoas haviam sido mortas e outras 29 ficaram feridas no ataque a bomba.

Também num comunicado, a missão da Otan condenou o ataque que, disse, matou 20 policiais e feriu outros 25, além de sete civis.

"Mais uma vez terroristas atacaram uma área povoada sem se preocupar com vidas inocentes”, afirmou o general Wilson Shoffner, do setor de comunicações.

O Taliban assumiu a responsabilidade pelo ataque num comunicado que disse que 40 policiais foram mortos ou feridos. O grupo em geral dá números exagerados de vítimas para os seus ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos