Exército da Síria e aliados realizam grande ofensiva ao norte de Aleppo

AMÃ (Reuters) - O Exército da Síria e seus aliados obtiveram novos avanços nesta terça-feira durante uma grande ofensiva que pode cortar as linhas de suprimentos dos insurgentes entre a cidade de Aleppo, no noroeste sírio, e a fronteira com a Turquia, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, sediado em Londres.

Os avanços, apoiados por milícias aliadas e pela forte presença aérea dos russos e que também foi relatado pela mídia estatal, parece ter visado abrir caminho em territórios dominados pelos rebeldes ao norte de Aleppo para obter acesso aos vilarejos xiitas de Nubul e al-Zahraa.

Eles são leais a Damasco e estão cercados por grupos de oposição ao governo.

Trata-se da primeira ofensiva de vulto ao norte de Aleppo – cidade dividida em áreas sob posse do governo e de seus adversários – desde que a Rússia iniciou sua campanha aérea em apoio ao presidente sírio, Bashar al-Assad, no dia 30 de setembro passado.

Damasco e seus seguidores promoveram uma série de ofensivas no oeste da Síria, embora a Organização das Nações Unidas (ONU) esteja tentando mediar conversas de paz entre as partes em conflito em Genebra, e recentemente ocupou cidades importantes no noroeste e no sudoeste.

Na segunda-feira, eles tomaram o vilarejo estratégico de Hardatnin, cerca de 10 quilômetros a noroeste de Aleppo, disse o Observatório.

No mês passado, o Exército e combatentes aliados ganharam terreno em regiões costeiras e também realizaram um ataque de larga escala contra os insurgentes no sul do país.

(Por Suleiman Al-Khalidi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos